Sábado, 18 de Janeiro de 2014

A NOSSA ALDEIA

 

Do Largo do Cruzeiro até à Estrada Nacional. no sitio da Travessa, incluindo uma parte da Rua 25 de Abril. No Largo, onde antigamente existia o Tanque, o piso está a ficar um pouco estragado e a precisar de ser renovado,

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:27
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2014

PRESUNTO

 

Este  é o genuino presunto de Chaves, ou melhor das aldeias de Chaves. Depois de separado das outras carnes de porco, esteve no sal duranre +/- vinte dias e de seguida foi para o fumo onde vai ficar  durante algum tempo para secar. Depois de bem seco é guardade e só passado

o Verão é que está em boas condições para se poder comer.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 11:14
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Janeiro de 2014

LARANJAS

 

Embora não seja um  fruto predominante na nossa aldeia, lá vai aparacendo uma ou outra laranjeira, com belas laranjas e até algumas de muito boa qualidade. Geralmente   estas árvores encontram-se junto das moradias e  são  mais árvores de  ornamentação donque propriamente para produzirem fruto em quantidade.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:09
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Janeiro de 2014

CAMINHOS

 

Há caminhos rurais de acesso a propriedades agricolas nas redondezas da nossa aldieia, onde quase é impossivel transitar. Só de tractor e mal. Isto deve-se às chuvas que desde há algum tempo  têm  caido nesta região.

Aqui fica um exemplo disso.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:10
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Janeiro de 2014

A ALDEIA

 

Outro conjunto de moradias daqui da nossa terra, de construção mais recente, situadas  lá mais para o cimo da aldeia.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:24
link do post | comentar | favorito
Sábado, 11 de Janeiro de 2014

A NOSSA GENTE

 

Trazemos hoje aqui uma fotografia  que já tem uns bons anitos. Desta foto constam três pessoas que pertenceram a esta comunidade de S. Lourenço, mas que já não pertencen ao número dos vivos. As pessoas  que pertenceram à  nossa terra são as três do meio, que são  mãe e dois filhos. Habitaram no Largo do Canto e emigraram para o Brasil nunca mais tendo vindo à nossa aldeia. Trata-se da Senhora Matilde Espinho e dos seus dois filhos Claudino e Joaquim (Quim).

 As duas outras pessoas que constam da foto são as noras  da Senhora Matilde, uma das quais também já falecida.

Obrigafo à Natália Moura por nos ter facultado esta foto.

Continuamos a aguardar que outras nos vão chegando que teremos todo o gosto em publicar.

 

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:29
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Janeiro de 2014

ORELHA DE PORCO

 

Ora aqui temos aquilo que aqui na nossa aldeia se chama a orelheira de porco. Acabadinha de sair do sal, onde esteve pouco mais de uma semana, vai agora para o fumo para secar e ficar fumada. Geralmente esta carne de porco é muito usada nas refeições de Domingo Gordo e Terça-Feira de Carnaval.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:06
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Janeiro de 2014

APANHA DA AZEITONA

 

Em dia de apanha da azetiona aqui na nossa terra. Podemo ver os homens a varejar,  pusados no solo os toldos para que a aeitona não cai no chão, e ainda  as mulheres a apanhar alguma que cai fora dos toldos.  Depois deste trabalho concluido é necessário transportá-la para o lagar afim  de serr transformada em azeite .

Aqui pela nossa já aldeia jáse colhe bastante azeitona e a produção deste ano foi idêntica à do ano anterior.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 07:45
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Janeiro de 2014

ARVORES

 

No Largo do Terreiro, aqui em S. Lourenço, existem quatro árvores, duas das quais de porte considerável e bastante altas. Estas árvores oferecem-nos uma maravilhosa sombra do Verão e longe de nós  estarmos de acordo com o seu abate. No entanto. estas duas árvores maiores sâo um perigo constante durante o Inverno.  É  que um temporal mais forte,  principalmente vento,  pode derrubá-las, e, porque se encontram junto a  um abrigo para passageiros de autocarro, podem fazer vítimas. Igualmente poderão causar danos nas casas de habitação que ficam junto ao Largo.. Também no Outono quando as suas folhas caem,  entopem as sargetas das suas proximidades originando que depois quando chove a água corra pela Estrada  e até pode alagar algumas casas. Acresce ainda que as suas raizes estão a engrossar de tal forma que levantam a pavimentação do Largo, que já está a ficar às ondas.

Para remediar tudo istio,  seria oportuno que estas árvores fossem podadas anualmente e é agora altura para isso.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 07:53
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Janeiro de 2014

A ALDEIA

 

Mais um pedacinho da nossa aldeia, numa manhã chuvosa deste inicio de Inverno

publicado por S. Lourenço - Chaves às 07:51
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. ROMARIA

. FALECIMENTO

. CEREJAS

. TERÇO

. falecimento

. TORNEIO DE SUECA

. CEMITERIO

. FUTSAL

. A NOSSA GENTE

. MES DE MAIO

.arquivos

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds