Terça-feira, 20 de Dezembro de 2011

CANCELAS

 

Mais outra cancela de madeira, só que esta em vez de estar na vedação de uma propriedade agrilcola, está no cimo de uma escada a vedar o acesso a uma casa de habitação. Está muito bem conservada e até muito trabalhada. Uma cancela para a qual foi necessaria bastante madeira, pois para além das ripas na vertical, tem ainda mais duas em forma de X para lhe dar maior segurança.

No tempo em que se usam mais os portões em ferro, há ainda que presevre as cancelas de madeira.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:57
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2011

PRESEPIO

 

Por alturas deste época Natalicia, rara é a casa aqui na nossa aldeia, que não faz o seu Presépio. O Presépio simboliza o nasimento de Jesus Cristo, em Belém da Judeia - Israel.

Para se fazer o presépio, utilizam-se várias figuras Biblicas e tembém o musgo, O musgo é o nome estensivo de algumas plantas Muslíneas com  Trunfa Pretonema e aparace muito nas fragas, ou próximo delas. Também é usual no Presépio colocar-se a árvore de Natal.

Antigamente também na nossa Igreja era usual fazer-se o Presépio, mas agora, até com isso acabaram. 

publicado por S. Lourenço - Chaves às 11:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 17 de Dezembro de 2011

FECHO DE MADEIRA

 

Parece umas cruz, mas não é. É um fecho de madeira que se usava muito antigamente no tempo em que um fecho destes bastava para a segurança, geralmente da adega ou loja de qualquer casa. Par ao fazer bastavam dois pedaços de madeira. nos quais de faziam um encaixes, por forma que o mesmo pudesse correr para a frente e para trás, conforme se quisesse abrir ao fechar a porta. O que ficava na vertical  estava fixo e só corria o que ficava na horizontal .

Nos tempo que correm estes fechos já não bastam. São necessárias  boas fechaduras e mesmo assim a segurança ainda não é total.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011

CHAMINÉS

 

Voltamos às chaminés. Esta ums chaminé muito velhinha. tão velhinha como provavelmente a casa onde se encontra. Como se pode verificar trata-se de uma chaminé em chapa zincada, talvez o material mais económico na época. Nos tempos em que estamos já não se fazem destas coisas.  Utilizam-.se outros materiais.

 

publicado por S. Lourenço - Chaves às 07:51
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011

AARUDA

 

A planta  que vemos na imagem chama-se Arruda. Arruda é uma planta da Subarbustiva da família das Rutáceas, de forte cheiro desagradável e sabor acre, que tanto é cultivada como espontânea, formadora de produtos farmacêuticos e utilizada em medicina popular. Por exemplo, aqui pelos nossos lados diz-se que é muito útil no tratamento das hemorroides.

Muitas das casas da nossa aldeia têm uma planta destas, quer num vaso, quer nos seus jardins, porque dizem que é contra o mau olhado.

Superstições.....

P.S. Tem-nos chegado ultimamente alguns comentários  que não trazem  a identificação de quem os faz.  Esses comentarios têm  sido e

        continuarão a ser rejeitados.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:19
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2011

TOPONIMIA

 

Esta foi mais uma das asneiras que se fizeram quando há uns tempos atrás, foram colocadas as novas placas de toponimia na nossa aldeia.

Mas, vamos aos factos:

O local em questão, sempre foi aqui conhecido por EIRA DO CANTO.  Se qualquer pessoa que venha a S.Lourenço e perguntar onde fica o Largo da Eira, ninguém saberá informar, mas se perguntarem pela Eira do Canto, toda a gente conhece.

A Eira do Canto, como o próprio nome indica, era uma eira onde antigamente se malhavam os cereais, principalmente trigo e centeio. O seu piso era em lages de granito e para que fosse plana havia um muro de suporte confinante com a Rua que dá aceso ao Bairro do Sardoal.

Por volta dos anos 90 do Século passado, a Junta de Freguesia de então,  mandou derrubar o muro e arrancar as lages de granito, deixando ali ficar uma rampa de terra batida. Isto foi uma asneira de todo o tamanho.

Para dar um melhor aspecto ao local, até porque fica muito próximo da Igreja, a actual junta de Freguesia, mandou pavimentar aquele  local, transformando-o num Parque de estacionamento, com as respectivas marcações  no chão. Estes trabalhos são de aplaudir. Só que, por aquilo que se vê, foi dinheiro e tempo perdidos. O local rapidamente se transformou num local sujo e num depósito de lixo. São utensílios agricolas em fim de ciclio restos de materiais de construção, ferro velho, lenha (alguma já podre) e outras coisas mais. Tudo ali vai parar. Assim sendo, e uma vez que a placa já está com nome errado, talvez seja melhor substitui-la por outra que diga LARGO DA LIXEIRA

 

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:12
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Dezembro de 2011

PIA DE PEDRA

 

Esta pia em Pedra e ainda muito bem conservada, serviu em tempos para dar de comer e de beber aos animais, tais, como porcos, cavalos, galinhas, etc.

Agora fomos encontrá-la num dos jardins da nossa alderia a servir de ornamento, onde, diga-se, até fica muito bem.Deixpu  de ter a utilidade que antes tinha e passou a a ser aprtoveitada para outro fim.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:23
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2011

PALHEIRO

 

Já por uma vez aqui fizemos referência a este velho  palheiro , que está situado  no Largo do Cruzeiro e cujo telhado ameaça ruir a qualquer momento, como se pode verificar, Escrevemos na altura, que este imóvel poderia ser adquirido pela Junta de Freguesia, para o restaurar e ali gurrdar algum arquivo e/ou  outros utensilios que à Autarqui  pertencem ou , até quem  sabe,  num futuro opróximo ali instalar um pequeno museu.

Também  poderia ser fcpnstruido  em cima um coreto para actuação da Banda Musical, no dia da festa.

Sabemos que a posse deste palheiro é disputada por dois familiares, que estão emigrados, alegando ambos que lhe pertence.

Há uns dias atrás conversando com com um deles, foi-nos dito que, pela sua parte, o oferecia, desde que o outro também concordasse. e, assim, acabavam com este teimosia.

Assim seria uma boa oportunidade que, quando ambos  estivesse cá de férias, fossem contactados em conjunto e talvez se chegasse a uma conclusão.

Toda a população da aldeia ficaria muito grata.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 07:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 10 de Dezembro de 2011

PORTA ANTIGA

 

Quantos anos terá esta porta ? Talvez tantos como terá a casa onde se encontra. A casa é já muito antiga e por isso a porta também deve ter muitos anos. É uma porta construida em madeira, que derivado do tempo começou a apodreecer e por isso  foi coberta com chapa zincada, que também já está a ficar muito estragada.

Como tudo na vida, Conforme o tempo vais passando, também as coisas se vão acabando.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:56
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Dezembro de 2011

PAISAGEM

 

Que bela paisagem esta que hoje aqui mostramos. Para além da paisagem  podemos ainda ver um cavalo na pastagem, alheio a tudo quanto se passa à sua volta. A nossa zona é muito fértil nestas coisas naturais, que náo resistimos em trazè-las aqui ao Blog.

publicado por S. Lourenço - Chaves às 08:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. FERIAS

. FESTAS DO PADROEIRO

. ABOBORA

. COISAS DA NATUREZA

. VISTA PANORAMICA

. A ALDEIA

. FESTA DO PADROEIRO

. FITO

. COUVE

. FLORES

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds